Fumaça

is creating jornalismo independente, progressista e dissidente

Select a membership level

NÍVEL 1
$3
per month

Recebe todos os episódios das nossas séries em primeira mão, enquanto eles são disponibilizadas semanalmente às restantes pessoas. Faz parte da comunidade Fumaça e do nosso chat exclusivo, onde podes dar sugestões, fazer críticas, saber, com antecedência, quem vamos entrevistar, que temas estamos a tratar e sugerir perguntas.

NÍVEL 2
$10
per month

Tem acesso gratuito a eventos e workshops organizados pela equipa Fumaça e ainda todas as recompensas do nível anterior.

NÍVEL 3
$25
per month

Se conseguires contribuir com 25$ ou mais, ajudas-nos a chegar ao nosso objetivo mais rapidamente. Com a tua contribuição, vamos estar mais perto de ser totalmente financiados por quem nos vê, lê e ouve. Recebes ainda todas as recompensas dos níveis anteriores.

266

patrons

$1,265

per month

About

Queremos criar o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado por quem nos ouve, vê e lê. Se queres fazer parte dele e acreditas na importância do trabalho que fazemos, contribui hoje.

Fumaça é um projeto de jornalismo independente, progressista e dissidente, com profundidade e tempo para pensar. Nascido em 2016, teve sempre como foco os temas que importam: Direitos Humanos, alterações climáticas, racismo, brutalidade policial, direitos dos migrantes e das populações LGBTI+, saúde, educação, entre tantos outros. O propósito nunca foi dizer o que está a acontecer – já há quem faça isso muito bem – mas, antes, explicar por que aconteceu, aprofundar os problemas mais estruturantes da sociedade portuguesa e global. Explicar os comos e os porquês dos acontecimentos que condicionam as nossas vidas.

No Fumaça, acreditamos no poder de ouvir as pessoas, e é por isso que a maioria do que fazemos se distribui em áudio. Para escutarmos os silêncios, as hesitações, as repetições, a ironia, as gargalhadas, o bafejar da passa do cigarro que a entrevistada esfumaça, o carteiro que interrompe a conversa tocando à campainha, o choro… Para nós, jornalismo é também sobre o que as pessoas têm a dizer. Um ativista negro que foi brutalmente espancado e torturado pela polícia; um imigrante nepalês sem documentos que trabalha dia e noite, sem contrato; ou mesmo uma criança palestiniana que tem de passar por um posto de controle militar, todos os dias, para ir à escola.

Somos independentes, porque as nossas escolhas editoriais dependem do interesse próprio da redação. Baliza-nos o nosso estatuto editorial e a certeza de que são jornalistas que decidem os destinos da publicação.

Somos progressistas, porque acreditamos que todos os seres humanos devem ter os seus direitos básicos assegurados, como expresso na Declaração Universal dos Direitos Humanos, na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia e na Constituição da República Portuguesa.

Somos dissidentes, porque vamos no sentido contrário dos velhos hábitos e não nos submetemos à ditadura do tempo. Porque entendemos que há outras narrativas mediáticas para apresentar, há mais mundo, mais histórias e perspectivas para mostrar, mais vozes diferentes para ouvir. Quando falamos com representantes, somos combativos. Quando ouvimos representados, interessa-nos falar com quem tem menos voz.

Entre abril de 2018 e janeiro de 2019, vencemos três bolsas de jornalismo: duas delas atribuídas pela Open Society Foundations e uma pela Fundação Calouste Gulbenkian. Este dinheiro ajuda-nos a pagar salários a uma equipa de seis pessoas com contratos até meio de 2020. Mas não chega. Queremos criar o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado por quem nos vê, lê e ouve, para que possamos garantir a nossa sustentabilidade de forma independente.

Para isso, precisamos da tua ajuda. O nosso jornalismo é aberto a toda a gente, mas custa dinheiro a produzir. Ajuda-nos, contribuindo com um valor mensal, para que continuemos a fazê-lo.

Goals
$1,265 of $2,000 per month
Este valor permite-nos cobrir o custo total de uma das pessoas que trabalha connosco a tempo inteiro, com contrato. Ao atingirmos este valor, teremos 15% de todas as despesas mensais pagas através de contribuições. O nosso objetivo é criar o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado por quem nos ouve, vê e lê.
1 of 4
By becoming a patron, you'll instantly unlock access to 25 exclusive posts
17
Links
8
Writings
By becoming a patron, you'll instantly unlock access to 25 exclusive posts
17
Links
8
Writings

Recent posts by Fumaça

How it works

Get started in 2 minutes

Choose a membership
Sign up
Add a payment method
Get benefits